DOMINGO
16 de Dezembro de 2018 | 01:19

Rússia aprova lei que considera jornalistas como agentes estrangeiros

Publicado a 05/07/2018 NOTÍCIAS

Federação Europeia de Jornalistas criticou a aprovação da legislação que prossegue um caminho já aberto com a classificação de media exteriores ao território russo como agentes estrangeiros.


A Federação Europeia de Jornalistas (FEJ) criticou a aprovação na Rússia de uma lei que classifica jornalistas como agentes estrangeiros. Mogens Blicher Bjerregård, presidente da FEJ, resumiu: "Nos últimos anos, presenciamos uma tendência muito perigosa para os media na Rússia, porque o governo tem usado instrumentos legais para atingir jornalistas e órgãos de comunicação com a intenção de interferir na liberdade de imprensa no país. Exigimos que o governo russo retire esta lei e deixe de aprovar legislação que signifique limitações à liberdade de imprensa".

Já em novembro do ano passado, a FEJ tecera críticas depois de os russos adotarem a chamada lei dos "media agentes estrangeiros".

Segundo a FEJ, a nova lei vai mais longe, englobando mesmo autores de blogues na classificação, além de permitir que as autoridades russas bloqueie sites ou outros tipos de media sem necessitar de qualquer ordem judicial.

Uma das justificações para a aprovação da nova lei foi a ideia de que se trata de uma medida de retaliação, uma vez que "os jornalistas russos têm os seus direitos violados no estrangeiro".


Versão para Imprimir