DOMINGO
18 de Novembro de 2018 | 03:34

Esta sexta-feira é o Dia Internacional para o Fim da Impunidade nos Crimes contra Jornalistas

Publicado a 01/11/2018 NOTÍCIAS

Data foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2014, assinalando o assassínio de dois jornalistas franceses a 2 de novembro de 2013.


Esta sexta-feira é o Dia Internacional para o Fim da Impunidade nos Crimes contra Jornalistas, conforme foi proclamado em resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas de fevereiro de 2014 (A/RES/68/163), após o assassínio de dois jornalistas franceses no Mali a 2 de novembro de 2013.

A ONU recorda que esta resolução marcante "condenou todos os ataques e violência contra jornalistas e trabalhadores dos media". Ao mesmo tempo exige que os diversos países-membros "se esforcem para prevenir atos de violência contra jornalistas e trabalhadores dos media, garantindo a responsabilização e a apresentação à justiça de quem cometer esses crimes e assegurando que as vítimas têm acesso a soluções apropriadas". Além disso, apela aos Estados-membros para que "garantam um ambiente seguro para que os jornalistas realizem um trabalho independente e sem interferências indevidas".

Entretanto, a UNESCO lembra que, entre 2006 e 2017, quase "1010 jornalistas foram mortos no desempenho das suas funções". Por outro lado, "em nove de cada dez casos destes os responsáveis pelos crimes ficaram sem punição" e a UNESCO revela preocupações com o facto de a "impunidade abale as sociedades através do encobrimento de graves abusos aos direitos humanos, atos de corrupção e crime". Histórias sobre assassínios de jornalistas podem ser lidas e partilhadas através de #TruthNeverDies.



Versão para Imprimir